Primeiros detalhes de Silent Hill: Downpour

A série Silent Hill é conhecida como sendo uma das melhores e mais icónicas franchises dentro do género survival horror. Os fãs reconhecem-lhe a capacidade de gerar ambientes incomodativos para o jogador num tipo de terror psicológico muito característico e que tem, desde os tempos de primeira Playstation, vindo a cimentar o seu lugar na indústria dos videojogos.

Salvo algumas excepções, os Silent Hill têm vindo, ao longo dos anos, a sofrer uma descaracterização (sobretudo desde que a sua produção passou a ser feita por estúdios ocidentais), algo que a Konami quer mudar com a oitava entrega da série de nome Silent Hill: Downpour.

Downpour foi oficialmente anunciado na E3 de 2010, onde teve direito a trailer e a uma explicação básica por parte da Konami. A narrativa segue Murphy Pendleton, um prisioneiro que, ao escapar da carrinha prisional que o transportava, consegue chegar à cidade de Silent Hill. O jogo passa-se numa parte da cidade até agora inexplorada pelos jogos anteriores que, não terão qualquer tipo de ligação a nível de história a Silent Hill: Downpour. Contudo, os cenários repletos de nevoeiro, as transições para o “otherworld” ose ambientes misteriosos e opressivos característicos da série vão marcar presença.

Meses volvidos depois da apresentação do jogo, a Vatra Games (produtora) e a Konami (editora) deram a conhecer à Game Informer o estado actual do jogo através de uma demo, um assunto que mereceu destaque na mais recente edição da revista norte-americana, onde são explicitados os primeiros detalhes de Silent Hill: Downpour:

– Decisões (óbvias e subtis) afectam a narrativa;

– Câmara fixa como os Silent Hill mais antigos;

– O elemento água parece ter uma grande importância no jogo, principalmente nas transições para o mundo alternativo “otherworld”;

– Secções de perseguição como em Silent Hill: Shattered Memories;

– Maior dificuldade na resolução de puzzles;

– O cenário e a roupa mudam com os acontecimentos;

– O combate é similar aos jogos mais antigos e as armas são variadas (objectos do quotidiano) e têm durabilidade definida, como em Silent Hill: Origins;

– O jogador vê a “vida” de Murphy na quantidade de sangue nas suas roupas;

– As lutas de boss têm quick time events;

– Devido à grande dimensão do mapa o metro de Silent Hill pode ser usado pelo jogador de forma a viajar mais rapidamente;

– A campanha tem uma longevidade de cerca de 10 horas;

– Estão presentes missões secundárias;

– Há localizações da cidade que não vão voltar a estar disponíveis, entre elas a escola e o hospital de Silent Hill;

– O jogo irá atravessar várias alturas diferentes do dia, todavia não está confirmado se as alterações serão dinâmicas;

Parece claro que a Vatra Games esteja a fazer uma maior aproximação às raízes de Silent Hill de forma que a série continue a ser um ícone dentro do género survival horror, dominado actualmente por Dead Space.

Silent Hill: Downpour vai ser lançado para a Playstation 3 e Xbox 360 e está a ser preparado para um lançamento perto do final do ano, se bem que ainda não foi avançada nenhuma data oficial. Em conjunto com o trailer deixo também os scans do artigo da revista Game Informer:

Scan 1
Scan 2
Scan 3
Scan 4
Scan 5
Scan 6

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: